A Bela e a fera o filme (resenha 2017)


Acredito que o filme a Bela e a Fera tenha sido um dos mais esperados deste inicio de ano, nos últimos meses a expectativa estava tomando conta das pessoas nas redes sociais, pois nos grupos e comunidades que participo as pessoas só falavam nisso quando se referiam a filmes. 


Então eis que o filme estreou e todos os holofotes foram para ele.  Como vivo aqui no Japão e não entendo nada de nihongo, não pude arriscar a assistir o filme nas telonas, mas sou paciente e esperei estar disponível em um site que sempre vejo muitos filmes. 

O filme já foi resenhado por vários sites e blogs, mas quero deixar aqui a minha opinião e por isso lá vai o meu achismo em relação ao filme. 

A historia da bela e a fera para quem não sabe (acredito que poucos não saibam) é uma adaptação da animação da Disney (1991). Em um resumão, o filme conta a historia de Bela, vivida por Emma Watson, moradora de um pequeno vilarejo no interior da França. A jovem tem seu pai capturado por uma Fera ( Dan Stevens) e como a boa filha que é decide entregar sua vida em troca da liberdade do pai. No castelo ela conhece vários objetos encantados e começa a perceber que a Fera não é tão monstruoso e que por traz daquele ser existe uma pessoa que só precisa ser amada. 



Em primeiro lugar quero deixar claro a minha paixão pela história da Bela e a Fera, por motivos que vão além da história do filme, pois quando era criança ganhei de presente a versão animada em fita cassete ainda rsrsrsrs, então ao vê este filme eu me lembrei bem do dia do meu aniversário, mas voltando ao filme acredito que em muitas pessoas ele causou este efeito nostálgico pela fidelidade a animação.  



Esta versão live-action de a Bela e a Fera talvez tenha vindo com esta proposta de nós relembrar tempos esquecidos. E sim, no fim do filme eu pensei: "Eu vivi para vê isso. E tudo é tão mágico"! Gente, quando é que com nossos 9, 12, 16 anos poderíamos pensar que haveria uma versão tão real dos nossos desenhos preferidos. Não tem como não cantarolar as canções do filme, ou se encantar com os objetos mágicos e se emocionar como quando eramos crianças. Nossa, para quem gosta deste desenho, assim como eu, acredito que vá se encantar ainda mais com o filme.  Me deixou no chão cada cena e cada momento e por isso esta resenha é bem pessoal mesmo.




Espero que tenham gostado de saber um pouco da minha opinião sobre o filme a Bela e a Fera. 


Doce de leite caseiro


Oi pessoal, a nossa receita de hoje é deste delicioso Doce de leite caseiro, super simples de ser feito e ótimo para usar como recheio para bolos. Vamos para a receitinha. 



Ingredientes:
3 colheres de açúcar 
2 colheres de margarina
75 ml de leite 
1 lata de leite condensado.


Modo de preparo. Em fogo baixo coloque o açúcar e mexa até derreter. Ele fica com uma cor escura, depois acrescente o leite (mexendo sem parar). Em seguida acrescente a margarina e mexa tudo até o açúcar derreter novamente e se misturar ao leite e margarina. Por fim acrescente o leite condensado e mexa até engrossar. Depois disso é só degustar.


Observação: O açúcar vai dá a cor marrom do doce de leite. As colheres de margarina não são cheias, pois se exagerar pode ficar com o sabor muito forte da manteiga. O doce de leite caseiro fica ótimo para fazer recheios de bolos.


Veja também o nosso vídeo no YouTube e para mais receitas acesse nosso canal TYCI OKABAYASHI e se gostar se inscreva. 



Muito obrigada por sua visita, um grande beijo!!!

Brigadeiro de gelatina

Oi minha gente!!!!

Quanto tempo eu não aparecia aqui no blog né??!!!! Pois é. Estava um pouco sem tempo para postar aqui e fazer vídeos para o canal e acabei por priorizar os vídeos, mas hoje venho compartilhar com vocês uma receitinha deliciosa de brigadeiro de gelatina. 



Ingredientes: 
1 lata de leite condensado, 
1 colher de margarina  
1 caixinha de gelatina de morango. 

Modo de preparo: em uma panela coloque os ingredientes e mexa até atingir o ponto de brigadeiro, engrossar. Depois leve a geladeira por algumas horas. Em seguida retire da geladeira, passe margarina nas mãos e comece a fazer bolinha com a misturinha, depois passe no açúcar e pronto, está feito o seu brigadeiro. O legal é que dá para variar nas cores e sabores.

Quem quiser pode acompanhar o passo a passo desta receita no canal Tyci Okabayashi. Lá você encontra outras receitinhas e uma variedade de vídeos bem curiosos. Ah, se gostar se inscreva no canal. 


Muito obrigada por sua visitinha aqui no blog e não esqueça de deixar o seu comentário por aqui. 

Grande beijo e até a próxima. 




Filme - O Quarto de Jack


Fazendo as minhas buscar por sites de filmes, me deparei com um site onde pude encontrar uma lista de filmes bons e atuais para vê em meus dias de folga. 
Esta semana assistir ao filme Milagres no paraíso, no qual estava doida para vê, mas depois faço resenha sobre. 
Hoje quero falar sobre filme muito bacana que encontrei por acaso e me chamou atenção pois dizia que era baseado em fatos reais e como sou apaixonada por filmes assim quis logo vê do que se tratava a história. 



Bom, primeiramente quero informá-los que o filme na verdade é baseado no livro O Quarto de Jack escrito por Emma Donoghue e a autora já informou que ao contrário do que dizem, não conta nenhuma história específica, ou seja, não é baseado em fatos reais, mas esta informação só tive depois de vê o filme. 



Não li o livro, mas posso dizer que deve ser uma emoção sem igual, pois por vários momentos no filme eu me emocionei com a história contada na visão de Jack, um menino de 5 anos que conhecia um mundo restrito a 4 paredes, pois sua mãe havia sido sequestradas aos 17 anos e há 7 anos vivia dentro de um quarto, e via a luz do dia somente pela clara boia. 

O pequeno Jack acreditava que o mundo era aquilo ali, um lugar pequeno onde existia só ele, a mãe e o velho Nick. Depois de seu aniversário de  5 anos, sua mãe resolve parar de enfeitar o mundo de Jack e conta a realidade. 



O filme desenrola depois que Jack consegui fugir do sequestrador e indica para os policiais o local onde sua mãe se encontra. Entre momento de revolta e reencontros com a família a história contada retrata bem as emoções vividas antes, durante e principalmente depois da saída do cativeiro tanto para Jack quanto para sua mãe.



Para quem gosta de filmes de drama e com um bom enredo o Quarto de Jack é uma boa pedida. Vale á pena tirar um pouquinho do seu tempo e vivenciar as emoções de uma criança de 5 anos.

E é isso minha gente, super indico este filme.

Um grande beijo e até o próximo post. 


 
© TYCI OKABAYASHI © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. DESIGN E PROGRAMAÇÃO POR DESIGNLC. imagem-logo